Apesar de ataques, Ricardo Nicolau continua crescendo em pesquisas e já empata com Amazonino no segundo turno

Pesquisa da Perspectiva reafirma queda de Amazonino e David Almeida e subida de Ricardo Nicolau, que passou a ser alvo de ataques de todos os adversários.

Mesmo sendo alvo de uma campanha agressiva e de notícias falsas por parte dos adversários em grupos de WhatsApp e outras redes sociais, o candidato a prefeito de Manaus pela Coligação ‘Pra Voltar a Acreditar’, Ricardo Nicolau (PSD), continua crescendo nas intenções de voto. Agora, além de empatado tecnicamente com o segundo colocado, Ricardo Nicolau aparece empatado com Amazonino na simulação do segundo turno, pela margem de erro. O estudo da Perspectiva foi divulgado na manhã desta quarta-feira (28).
Outro destaque da pesquisa é a queda contínua de Amazonino Mendes e David Almeida. Os dois foram os que mais perderam intenções de voto desde o início do processo eleitoral.
“As pessoas estão cansadas de campanha com agressões, fake news. O que Manaus precisa é de projetos. As pessoas precisam ser ouvidas. São elas que sabem o que acontece nas suas ruas, nos seus bairros. E é isso que me diferencia dos outros candidatos. Eu uso meu tempo para apresentar propostas e ações e não para ficar falando mal dos outros”, destacou Ricardo Nicolau.
“As pessoas querem uma política diferente. Nós representamos isso e as pessoas estão entendendo. Vamos à luta”, completou Dr. George Lins, candidato a vice-prefeito na Coligação ‘Pra Voltar a Acreditar’, composta por PSD, PP, Solidariedade, PSB e PDT.
Avaliando a rejeição, importante critério no segundo turno, Alfredo Nascimento e Amazonino são os mais rejeitados. José Ricardo é o terceiro e David Almeida o quarto mais rejeitado. Com apenas 2,4% de rejeição, Ricardo Nicolau vê fortalecida sua candidatura num eventual segundo turno.
“É muito difícil um político que tenha 20 anos de vida pública e tenha uma das menores rejeições, como é o nosso caso.  Fico feliz que as pessoas tenham conhecido e gostado dos nossos projetos. Manaus tem mostrado que quer mudanças de verdade. Isso significa mudar a gestão, a atitude e a forma de governar. É Manaus voltando a acreditar”, concluiu Ricardo Nicolau.
A pesquisa divulgada nesta quarta-feira está registrada  no TSE  sob o número AM-07736/2020. Foram feitas mil e uma entrevistas em Manaus de 23 a 25 de outubro. A margem de erro máxima estimada é de 3,1%, para mais ou para menos, com um grau de confiabilidade de 95%, o que significa dizer que se fossem feitas 100 entrevistas com a mesma metodologia, 95 estariam dentro da margem de erro prevista.