Amazonino destaca importância dos médicos e a valorização dos profissionais da saúde

No Dia do Médico, neste domingo (18/10), o ex-governador Amazonino Mendes (PODEMOS) faz um alerta com relação à situação da saúde no estado e um agradecimento especial a esses profissionais pela importância do trabalho que executam. “Esse ano foi desafiador para todos nós. Para os médicos, então, só nos resta agradecer pelo trabalho, pela força, pelo amor ao próximo. Minha homenagem a esses incansáveis guerreiros”, afirmou.

De acordo com os números oficiais da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), o estado tem, hoje, quase o dobro de pacientes internados com Covid-19 nos hospitais públicos e privados, do que tinha no período de pico da pandemia, em abril deste ano. O cenário é preocupante e são os profissionais da saúde, entre eles os médicos, que estão na linha de frente, no tratamento dos pacientes.
A esses profissionais Amazonino diz fazer questão de render suas homenagens, por tudo que fazem e estão fazendo, particularmente nesse período de pandemia, e reiterar o seu compromisso com a valorização da profissão, caso chegue à Prefeitura de Manaus.

No mandato suplementar que cumpriu de pouco mais de um ano no governo, uma das preocupações de Amazonino foi com os servidores da saúde. O reajuste salarial para a categoria, que não acontecia desde 2015, foi de 24,20%.
“Sempre cumpri o meu dever de valorizar o profissional da saúde. Não se pode deixar em segundo plano uma área que promove a cura aos enfermos. É obrigação do gestor público oferecer condições dignas e dotar as estruturas com os melhores especialistas”, comentou.

O candidato da Coligação Juntos Podemos Mais destacou o compromisso com a aplicação do Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) da categoria e afirmou que os médicos precisam ter melhores condições de trabalho, para que possam atuar com tranquilidade.
Ele adiantou que, se eleito, irá ampliar a rede de atenção básica de saúde, potencializando o atendimento em áreas desassistidas, e que, mais uma vez, os médicos serão valorizados e estarão na linha de frente para reforçar as equipes de trabalho. “Vou construir as Casonas de Saúde e modernos laboratórios clínicos, ampliando o espaço de atuação de médicos especialistas”, reforçou.

Amazonino, que disputa a eleição ao lado do deputado estadual Wilker Barreto, vai também reativar e ampliar os serviços itinerantes de saúde, como as Carretas da Saúde, da Mulher e de Odontologia, e as Unidades Básicas de Saúde Fluviais. Vai colocar em funcionamento o Programa de Consultório de Rua, com atendimento médico às pessoas em vulnerabilidade social, e ampliar o Programa Leite do Meu Filho, com novo levantamento para identificar a demanda pelo benefício.

Realizações
O médico geriatra Euler Ribeiro, uma das maiores referências na região, destacou que Amazonino Mendes sempre foi um gestor que visava o desenvolvimento da saúde. Ele destaca como um marco na formação de novos médicos amazonenses, a criação, por Amazonino, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).
“O Amazonino construiu hospitais na capital e no interior, ampliou a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon), construiu os hospitais Dr João Lúcio e Francisca Mendes, com o primeiro centro de transplantes de órgãos. Ele sempre respeitou a classe de saúde do Estado. Criou a UEA para a formação em cursos voltados para saúde, pois antes os médicos tinham que vir de outros Estados”, relembrou o médico.

Dentre as realizações na saúde, durante as gestões de Amazonino, estão também a construção dos Prontos-Socorros da Criança da Zona Oeste e Zona Sul, o Instituto da Criança, as maternidades Galileia e Nazira Daou e as policlínicas. Implantou as Carretas da Saúde e da Mulher, além de grandes intervenções na atenção básica, dentre elas, a construção de três Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (CAIMIs) e de 12 Centros de Atenção Integral às Crianças (CAICs).