Servidores da Aleam contribuem para fortalecer o banco de sangue do Hemoam

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), por meio do programa Doador Legal, promove até o próximo dia 30, ação que incentiva servidores, colaboradores e a sociedade em geral, a doação de sangue junto à Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam). A expectativa é que 150 doadores compareçam à sede do Hemoam, localizada Avenida Constantino Nery, 4397, bairro Chapada de 8h às 17h, nessa que é a primeira edição da campanha em 2020, outras duas ações tiveram que ser canceladas por conta da pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com a diretora de Assistência Social da Aleam, Isabel Pacheco, um dos maiores desafios para os organizadores da ação, são justamente os efeitos da pandemia. Por isso, o trabalho de conscientização e o oferecimento de atendimento seguro seguem sendo o caminho para fortalecer as doações.

“A Assembleia faz em média três ações como essa, ao longo do ano. Contudo, nossos servidores e colaboradores estavam o ano inteiro sem doar, por conta da pandemia. Mas, hoje estão aqui atendendo ao chamado do Hemoam e a adesão de todos nos deixa muito feliz”, destacou Isabel Pacheco.

Esforço mínimo

Servidora da Aleam, a jornalista Fernanda Barroso, participa do programa há três anos e assegura que o esforço para manter as doações em dia, é mínimo diante da causa. Segundo ela, ao propiciar condições de doação aos servidores a Aleam fortalece a rede de apoio ao Hemoam.

“Mais do que nunca, as pessoas precisam ter um pouco mais de sensibilidade e empatia, com aqueles que não têm muita saúde como a gente. Algumas pessoas sofrem acidentes, outras têm doenças crônicas, ou hematológicas. Mesmo com toda a pandemia estamos tendo apoio para a higienização, à questão do distanciamento. É muito legal poder participar mais uma vez”, comentou Fernanda Barroso que realizou sua quinta doação de sangue. 

Protocolo

Um ambiente acolhedor e que segue estritamente os protocolos instalados pelo Ministério da Saúde (MS) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), assim Eleonora de Alencar Alves, subgerente de coleta externa do Hemoam, descreve o ambiente oferecido aos doadores. Para ela, mesmo diante do medo diante do novo coronavírus, os servidores da Aleam estão entendendo a importância de participar da campanha.

“Quero agradecer a Assembleia, por meio da sua diretoria de Assistência Social. Imagino o quanto essa atividade está sendo desafiadora, mas garantimos aos servidores e a sociedade em geral, que seguimos todos os protocolos de saúde e, além disso, propiciamos um ambiente agradável para todos. Itens como mascará e álcool gel estão sendo disponibilizados e o distanciamento social está sendo cumprido. Quem vier, também receberá lanche e uma linda camisa doada pela Aleam”, explicou Eleonora Alves.

Via de mão dupla

Doar sangue é ficar por dentro da sua saúde sorológica. A subgerente de coleta externa do Hemoam, Eleonora Alves, lembra ainda, que antes de ter seu sangue aprovado para as demais etapas de doação, o doador passa por uma bateria de exames sorológicos que podem revelar doenças até então desconhecidas pelo indivíduo.

“Ele passa pelo verdadeiro check-up sorológico. Podem ser detectadas doenças como: hepatite B, C, doença de chagas, sífilis, HIV 1, 2, HTLV 1, 2, tipagem sanguínea, fator RH entre outros. A pessoa faz os exames e com 30 dias a pessoa recebe o resultado”, frisou Eleonora Alves.

Doação por amor

O empresário Ricardo Feitosa Paixão também compareceu ao Hemoam, nesta quinta-feira (22), para doar. Mas, para fazer uma doação diferente, pouco conhecida entre a população. Ricardo estava lá, para fazer a chamada doação Aferese, ele mesmo quis explicar no que consiste o método.

“É uma doação especifica. O plasma e a plaqueta são separados do sangue. Uma máquina separa e filtra o sangue que depois é reintegrado ao organismo. Essa doação requer tempo e muita vontade de ajudar ao próximo”, explicou Ricardo Paixão.

Dependendo da necessidade, os organismos separados do sangue, são enviados para paciente submetidos a cirurgias, a exemplo das cardíacas.