Apple deve lançar dois modelos do iPhone SE 2 em 2020

Modelo de baixo custo baseado no iPhone 8 poderá ter versão Plus.

Por Paulo Alves, para o TechTudo

O sucessor do iPhone SE, de 2016, pode ter duas versões e se chamar iPhone 9. Segundo o jornal taiwanês DigiTimes, fornecedoras da Apple teriam recebido encomendas para dois dispositivos equipados com tela LCD, uma com 4,7 polegadas e outra com 5,5 ou 6,1 polegadas. Ambas devem repetir o design do iPhone 8, de 2017.

Especula-se também que os aparelhos tenham datas de lançamento distintas: o menor deve ser apresentado no primeiro semestre e o maior somente no final do ano – ou, possivelmente, apenas em 2021. O preço poderá partir de US$ 399 (R$ 1.611, aproximadamente).

A publicação reafirma rumores já conhecidos sobre as especificações do celular, como a mesma tela do iPhone 8 e apenas uma câmera na traseira, embora possivelmente com um sensor mais potente em comparação com o modelo lançado há mais de dois anos.

O smartphone também traria elementos presentes no iPhone 11, incluindo o mesmo chip A13. A memória RAM, por outro lado, ficaria em 3 GB, um giga a menos que os modelos de geração atual. Outra diferença ficaria por conta da biometria: no lugar do Face ID, haveria a volta do Touch ID no botão Home.

A novidade eleva para seis o número de modelos de iPhone aguardados para 2020. Além da dupla sucessora do iPhone SE, a Apple poderá apresentar outros quatro aparelhos com display OLED no segundo semestre, em substituição aos iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max.

O analista Ming-Chi Kuo, especialista na cadeia produtiva da companhia, acredita que um deles trará display de 5,4 polegadas, dois de 6,1 polegadas e um de 6,7 polegadas. O profissional também crava que, ao contrário do iPhone SE 2 (iPhone 9), todos os lançamentos do segundo semestre trarão conectividade 5G.