Alemanha proíbe grupo neonazista de extrema-direita fundado em 2016

Alemanha proíbe grupo neonazista de extrema-direita fundado em 2016

A Alemanha declarou fora da lei um grupo neonazista de extrema-direita, chamado “Sturmbrigade 44”, por promover o ódio, anunciou nesta terça-feira o ministro do Interior, Horst Seehofer.

Segundo o ministro, este grupo conhecido também como “Wolfsbrigade 44”, “semeia o ódio e defende o restabelecimento de um Estado nazista”.

“Quem tentar minar os valores fundamentais de nossa sociedade liberal enfrentará a reação determinada do Estado constitucional”, afirmou Seehofer em um comunicado.

Membros do grupo – do qual a polícia apreendeu armas e bandeiras nazistas em vários estados alemães – “expressaram claramente apoio a Adolf Hitler”, segundo o ministro, que acrescentou que eles se caracterizam por sua “vestimenta e aparência militar, racismo pronunciado e uma ideologia desumana”.

Em julho de 2019, a polícia organizou operações em vários apartamentos de diversos estados federais que pertenciam ao grupo, fundado em 2016.

Em novembro do ano passado, promotores federais indiciaram 12 pessoas de extrema-direita, acusadas de conspirar para cometer “ataques terroristas” contra políticos, demandantes de asilo e muçulmanos.

Em fevereiro, um partidário de teorias racistas e antissemitas matou 10 pessoas de origem estrangeira em Hanau, ao leste de Frankfurt.

Fonte: AFP