No Amazonas, Feira Digital Internacional enfatiza dia Nacional da Micro e Pequena Empresa

Criada para ampliar oportunidades de negócios no Brasil e no exterior, Feira Digital vai movimentar setor de micro e pequenas empresas do Amazonas 

 

Na próxima segunda-feira (05), comemora-se o Dia Nacional da Micro e Pequenas Empresa, uma categoria jurídica que representa 99% de todas as empresas brasileiras; gera cerca de 30% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional; e, atualmente, responde por 44% da massa salarial no Brasil, segundo dados do Sebrae. A Data é relativa à criação do Estatuto Nacional da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte, em 1999.

Para valorizar a Data e ressaltar a importância dos pequenos negócios, o Sebrae realiza, tradicionalmente, dezenas de ações e atividades na capital e interior do Amazonas, ao longo de todo o mês de outubro. Mas com os efeitos negativos da COVID-19 e as necessidades de isolamento social, a Instituição vai promover eventos e atividades online, com destaque para a Feira Digital Internacional: empreendedorismo, Inovação e Crédito, que acontece de 21 a 23 deste mês, em uma plataforma que permite uma participação totalmente online. As inscrições para participar do Evento já podem ser feitas pelo endereço www.fdieic.com.br.

“Com todos os entraves impostos pela pandemia, buscamos uma forma de manter a política de eventos que possam abrir grandes oportunidades de negócios para nossos empreendedores. O mês de outubro é sempre motivo de orgulho para todos nós do Sebrae e um período que enfatizamos nossas ações de modo a mostrar a força e a importância dos negócios de pequeno porte para o desenvolvimento econômico e social de nosso Estado”, ressalta a diretora superintendente do Sebrae no Amazonas, Lamisse Cavalcanti.

A Feira Digital vai ofertar atividades como rodadas de negócios entre empresas dos segmentos de agronegócio, agro turismo, entre outras, além de reuniões e encontros com bancos e instituições financeiras. A plataforma também vai disponibilizar palestras e painéis com grandes nomes no mercado; ambiente virtual com maratona de inovação; biblioteca digital – download de conteúdos e vídeos gratuitos; oficinas – relacionados as tendências comportamentais; além de expositores para realizar negócios e vendas na área de beleza, moda, artesanato, gastronomia, energia solar, agronegócio e turismo, crédito.

Ainda de acordo com Lamisse Cavalcanti, o objetivo da Feira é promover a comercialização e a abertura de novos mercados nacional e internacional, gerando oportunidades de network, estimulando a capacidade de inovação dos negócios inseridos nos setores da indústria, comércio, serviço e o agronegócio. “A nossa forma de homenagear os pequenos negócios nesta data especial é oferecendo ferramentas e apoio para que eles cresçam e prosperem, mesmo neste contexto de pandemia e mudanças radicais nas relações de comércio entre as pessoas”, finaliza.